13.6.05

Uff. Microrrelato de Séchu Sende.

Entrou na cafetaria, prendeu-se naqueles olhos, asombrou-se e soubo que atopara algo..., fixo uf e começou a..., mirou-na outra vez, e começou a ama-la, a quere-la, pensou e sentou á mesa mais achegada á cafeteira e sentiu, uf, que comezava a...
-Ola, dixo ela, que queres? -Quero... macela. Ao dia seguinte entrou á mesma hora e ela seguia ali e sentiu que, uf, que a queria, en sério, pensou. -Ola, dixo ela, que queres? -Quero... tila. Ao terceiro dia continuava querendo-a e começou a imaginar e a necesitar, ao mesmo tempo, que ela estava, que ela estivesse, começando a sentir isso tamém, uf. -Ola, que queres? -Quero... menta. Ao cuarto dia sentiu que já nom podia mais, que tinha que dicer-lho. Tenho que dicer-lho, pensou, uf. -Ola, que queres?, dixo ela. -Quero... te, dixo el. Ela abriu os olhos preguntando Como? e el dixo outra vez em baixinho Quero...te. E dixo Quero...te ao dia seguinte e Quero te ao seguinte e ao terceiro dia tamén dixo Quero te e entón ela dixo-lhe cos olhos Eu tamém.

A Celso F. Sanmartín


Séchu Sende foi o presidente do xurado do XII Certame Literario convocado polos IES David Buján, Afonso X o Sabio e polo concello de Cambre. Queremos felicitar especialmente ás compañeiras Irene Cid e Irene Gómez, do grupo de Técnicas de Expresión Escrita, polos accésit conseguidos.
Daniel Mella e Zeltia Pardavila

3 comentarios:

Lúa 3ºc dixo...

Pareceume unha historia moi bonita e paréceme moi ben que lle dediquedes un comentario a Sechu Sende.:)

camballon dixo...

ola, o texto quedou moi bem, e tedes um blog impresionante. Parabéns. Ai vos vai um enderezo a partir do que podedes conhecer alguns blogs do alumnado de 4º da ESO de Vila de Cruces, a gente coa que trabalho todos os dias. A ver se vos gustam... É umha notícia em arredemo.info.
http://arredemo.info/modules.php?name=News&file=article&sid=593&mode=thread&order=0&thold=0

irene gomez dixo...

noraboa polo voso trababallo, é unha moi boa idea de entrada, xa que sechu merécea.

Enviar um comentário